Qual é a relação entre bruxas e abóboras?

abobora.jpeg

Spoiler: tem a ver com alimentação sazonal e orgânica.


No Brasil, a gente não tem o costume de celebrar o Dia das Bruxas, só quando estamos no cursinho de inglês quando somos mais novos, né? Mas o famoso Halloween, que é uma data importante na maioria dos países que têm o inglês como primeira língua, tem uma culinária bem específica de um legume que a gente ama: a abóbora.

O Dia das Bruxas foi criado a partir de uma celebração celta da colheita, o Samhain, mas a abóbora só virou um símbolo na adaptação da festa que passou a rolar nos EUA. Na Irlanda, os protagonistas eram os nabos, um vegetal bem consumido por lá. A galera acendia velas dentro deles pra afastar os maus espíritos durante a data.

Nabo, o precursor da abóbora

Nabo, o precursor da abóbora

Quando chegou na terra do Tio Sam, o 31 de outubro passou a agregar as abóboras, já que elas eram bem mais abundantes do que o nabo. E ela passou a reinar nessa data bem icônica pro pessoal de lá.

E ainda que o Halloween não tenha muito a nossa cara, a abóbora é incrível e, aqui na América do Sul, ela já é consumida bem antes dos portugueses e dos espanhóis desembarcarem. Elas são muito nutritivas, especialmente pro nosso sistema imunológico, pois possuem bastante vitamina A e C.

As abóboras são bem sensíveis ao frio e por isso gostam de aparecer entre fevereiro e setembro. Então, também por isso, elas não combinam muito com a data que já é quase em novembro aqui no Brasil. E a gente já sabe, né? Se tem fora de época, é porque tem bastante agrotóxico.

O mais legal da abóbora, é que ela pode ser consumida integralmente e de muitas maneiras diferentes. As sementes, inclusive, ficam uma delícia bem torradinhas. Mais saudável e gostoso do que aquele amendoinzinho que acompanha a cerveja!

Então, a gente só passou por aqui mesmo pra saudar a abóbora, que tem sido abundante nas cestas do Clube. Mas fica o recado: ela é pra ser consumida no tempo dela! Em outubro e novembro a gente deixa pra comer bastante beterrababerinjelabrócolis e…. adivinha? Nabo! :) Que tal voltar à tradição dos irlandeses e desenhar um rostinho bem bonito nele para comemorar?


fe-cortez.png

Este conteúdo foi adaptado e originalmente publicado pelo Menos 1 Lixo.

O Menos 1 Lixo é um movimento de educação ambiental idealizado pela Fe Cortez que se propôs a ficar 1 ano sem consumir copos descartáveis. Foi assim que surgiu a criação do copo do movimento, retrátil, prático, de silicone e 100% fabricado no Brasil. O copo do Menos 1 Lixo é um agente de transformação.


Viva uma vida mais orgânica

Faça parte desse movimento pela comida de verdade. O Clube Orgânico tem várias opções de planos para você assinar cestas de orgânicos e receber em casa.

cesta.jpg

Cestas orgânicas