6 razões para não consumir agrotóxicos

DSC_0284.jpg

Ou 6 motivos para se associar ao Clube Orgânico


A gente sabe que não dá para consumir tudo 100% orgânico o tempo todo. Isso porque orgânicos infelizmente ainda não são uma realidade para todos - por uma questão de preço ou de disponibilidade.

Mesmo assim, vale refletir e tentar consumir o mínimo possível de agrotóxicos, seja cultivando a sua hortinha em casa, assinando orgânicos ou aproveitando os descontos de orgânicos em feirinhas de bairro e no mercado. Afinal, agrotóxico é veneno e pode matar.

Se você ainda não se convenceu, a gente dá 6 razões para não consumir agrotóxicos.

1- 7,6 litros de agrotóxicos por pessoa por ano

De acordo com pesquisa da ABRASCO, o brasileiro consome, em média, 7,6 litros de agrotóxicos por pessoa, por anoInclusive, vários desses agrotóxicos são proibidos em diversos lugares.

Desde 2016 as aprovações dos agrodefensivos vêm aumentando por aqui e, de uns tempos pra cá, o número de agrotóxicos liberados no Brasil só aumenta. Com isso, estamos em primeiro lugar no ranking que avalia o consumo de agrotóxicos no mundo.

Se isso já não é motivo suficiente para você, então é melhor nem seguir com a lista ;)

2- Experiência de impacto

Do sapato que a gente calça ao cosmético que a gente usavivemos em uma era de transparência, engajamento e colaboração, por isso cada vez mais as pessoas se importam muito além dos produtos que consomem: elas querem se comprometer com uma causa verdadeira.

Ao assinar o Clube, você não está simplesmente pagando por uma cesta de orgânicos, aqui você participa de um negócio que gera impacto social positivo com valores justos pagos aos produtores envolvidos, relacionamento de longo prazo, manutenção do trabalhador no campo, combate ao desperdício no processo produtivo e no transporte.

E isso você não vai encontrar no modelo de agricultura convencional: no agronegócio não tem respeito, nem pelo trabalhador, nem pela terra e nem por você.

3- Cuide de você cuidando do planeta

Se, ao olhar para os problemas do mundo você acha que eles são grandes demais e que não há mais nada a ser feito, a gente gostaria de fazer uma proposta: que tal inverter essa lógica?

Cada pessoa conta e toda mudança — não importa o tamanho — é válida.

Fazer diferente para você significa fazer a diferença no mundo, nem que seja um prato de comida de cada vez. Incluir uma dieta a base de orgânicos na sua rotina gera resultados imediatos no seu bem estar, como:

4- Financeiramente justo, socialmente incrível

Mais do que agentes da mudança, estamos aqui para promover o acesso enquanto desenvolvemos uma nova forma de se relacionar com a comida. Por isso, acreditamos que o melhor Clube para você é aquele que é justo com todos os envolvidos, criando valor para toda a cadeia, do campo à mesa.

Renato Agostini, um dos produtores mais antigo da nossa rede, compartilha da visão de escala sustentável de produção e comercialização de orgânicos, criando uma transformação sistêmica sem intermediários, gerando mais de 10 empregos diretos só no seu sítio.

“Antes do Clube Orgânico, a nossa produção estava concentrada em uma grande rede de hortifruti que, de um dia para outro, decidiu trabalhar apenas com produtores de São Paulo. No Clube, os consumidores querem mais do que orgânicos, querem saber quem sou eu.”

Renato Agostini, em entrevista para o ‘Fora da Caixa’.

Na produção orgânica valorizamos o trabalhador rural e isso tem um impacto social que você nem imagina. É transformador.

5- Um selo que vale mais do que mil palavras

Existem muitas formas de produção sustentável de alimentos, como a biodinâmica, a agroecológica e a agrofloresta, por exemplo. Mas, no Brasil, para ser considerado orgânico e ganhar o selo emitido pelas entidades responsáveis do Ministério da Agricultura, é preciso ser certificado.

selo-organico.jpg

Ao consumir produtos com este selo você tem a certeza não só de que está consumindo um produto livre de veneno, mas também de estar contribuindo com o desenvolvimento sustentável, a valorização do produtores rurais, à preservação do meio ambiente e da fauna e flora local.

Por isso, no Clube Orgânico só trabalhamos com produtores que seguem à risca a metodologia oficial de produção orgânica, tendo como parâmetro o selo das certificadoras vinculado a todos os produtos que são ofertados na nossa plataforma. Além do método, dessa forma também garantimos a origem dos produtos, uma vez que toda a produção orgânica é rastreada.

6- Faça parte da nova era da comida

Quantidade e sustentabilidade, pela primeira vez, devem andar juntas no que diz respeito à produção de comida, segundo um importante relatório que fala do futuro do alimento. E isso vem de um paradoxo da vida moderna:

A abundância de comida que temos acesso hoje é inversamente proporcional à extinção de espécies (vegetais e animais), mudanças drásticas no clima e degradação dos recursos naturais, como a água, o solo e a biodiversidade.

Por isso, chegou a hora de mudar e viver uma nova era de possibilidades alimentares. Chegou a hora da revolução da comida de verdade.

E ela começa dentro de você, com as suas escolhas individuais: optar por uma alimentação cada vez mais orgânica, comprar de quem você conhece, apoiar o pequeno, comprar direto produtor, estabelecer relações além do produto, se preocupar com o preço mas sem deixar de olhar para o valor das suas ações.

É nisso que acreditamos.

#VemProClube


Viva uma vida sem agrotóxicos

Faça parte desse movimento pela comida de verdade. O Clube Orgânico tem várias opções de planos para você assinar cestas de orgânicos e receber em casa.

cesta.jpg

Cestas orgânicas


ORGÂNICOCarolina LacerdaComentário